Como atua uma equipe de medicina aeroespacial

23 de julho de 2020 by in category Aeromédico with 0 and 0
Home > Blog - PT > Aeromédico > Como atua uma equipe de medicina aeroespacial

O transporte aéreo é maneira mais rápida e segura de transportar pacientes. Isso porque existe uma economia de tempo, que em muitas vezes pode ser o fator determinante para a sobrevivência e recuperação dos pacientes.

Sobre esse assunto, vale ainda a pena conferir também o artigo que fizemos onde elencamos 10 pontos essenciais para um transporte aeromédico seguro.

 

Equipe necessária

A equipe de profissionais de saúde, em primeiro lugar, deve ser capacitada e treinada dentro das normas da medicina aeroespacial, seguindo as exigências dos órgãos que regulamentam o transporte aeromédico de pacientes. Além disso, a equipe deve passar por atualizações constantes, a fim de aprimorar suas técnicas e conhecimentos.

Basicamente, a equipe médica que realiza o transporte de pacientes é composta por um médico coordenador, que vai orientar toda a equipe de forma a garantir o bem estar do paciente, de acordo com suas necessidades. Além dele, outros médicos devem estar presentes, para prestar o auxílio necessário ao coordenador e ao paciente.

Outros médicos especialistas podem fazer parte do grupo de voo, como é o caso de pediatras e neonatologistas, quando os pacientes transportados em aeronaves são crianças ou recém-nascidos. Já o fisioterapeuta é o responsável pelo uso dos respiradores nos pacientes, de forma a garantir a perfeita oxigenação.

Os enfermeiros também estão presentes na equipe. Eles prestam todo o suporte necessário, agilizando a atuação dos médicos e assim favorecendo a segurança e as chances de sobrevivência dos pacientes.

Dessa forma, cada profissional da equipe deve ser rigorosamente treinado e atualizado. Além disso, é de extrema importância que todos da equipe tenham capacitação específica em medicina aeroespacial, pois os procedimentos e condições de tratamento de pacientes durante um voo são diferentes dos realizados em terra.

Equipamentos essenciais

Assim como a equipe, os equipamentos de suporte à vida também se fazem necessários ao transportar um paciente de um hospital para outro. Esses equipamentos incluem:

– bombas de infusão, para perfundir líquidos como medicamentos e nutrientes ao paciente;

– respiradores, para garantir a plena oxigenação;

– ventiladores, que garantem a respiração em pacientes que não conseguem respirar sozinhos;

– aspiradores, para eliminar secreções e líquidos e manter as vias aéreas livres;

– monitor cardíaco, para medir e controlar os batimentos cardíacos;

– cardioversores, que detectam a atividade elétrica do coração e aplicam choque desfibrilatório para manter o coração em funcionamento, em caso de uma parada.

Esses são equipamentos básicos, sendo que outros podem complementar os que caracterizam   as aeronaves como uma UTI, como por exemplo, cápsulas de contenção para o transporte de pacientes infectados e que podem transmitir doenças epidemiológicas a outras pessoas, incluindo todos à bordo.

Além dos equipamentos, a aeronave também deve dispor de medicamentos específicos, que podem ser administrados aos pacientes de acordo com seus quadros clínicos.

Como você viu, a medicina aeroespacial é um assunto de extrema importância para garantir as chances de sobrevivência de pacientes, já que  ao ser transportado em uma aeronave, o tempo diminui consideravelmente, sendo este um dos  fatores decisivos para uma plena recuperação.

E como não podemos prever o momento em que o transporte aeromédico será necessário, você pode manter os contatos da AllJet anotados. Contamos com uma equipe especializada em medicina aeroespacial, com mais de 30 anos de experiência.

(11) 4582-2611 (Plantão 24 horas)

(11) 93295-0307 (Plantão Aeromédico – WhatsApp)

Add comment

© 2020 ALLJET TÁXI AÉREO - Todos os direitos reservados ~ Desenvolvido por Toulouse Comunicação